Tag Archives: superação

O esporte é para todos

por Diogo de Barros Souza

Não há como negar que no esporte as diferenças e limitações humanas são deixadas de lado, a capacidade de superação é elevada ao seu nível máximo, exigindo dele acreditar que o seu status foi alterado para: ‘Eu posso’. A Paralimpíada Rio 2016 enche os olhos do público com seus diversos momentos de superação e com a história de cada atleta, nos fazendo pensar um pouco diferente sobre as possibilidades que a vida proporciona.

paralimpiada-rio-16
Os desafios são diferentes para cada um e os limites também. Limitados, todos somos, de um jeito ou de outro, mas depende muito do ponto de vista e da forma que encaramos as dificuldades. Os atletas paralímpicos são pessoas comuns em busca dos seu sonhos, apresentam ao mundo com orgulho que acreditam na vida e não vão desistir tão fácil assim dela. São exemplos reais de atitudes e mostram que tudo é possível, quando você tem força de vontade e oportunidade para desenvolver alguma habilidade.

O esporte é para todos que idealizam novas possibilidades e que enxergam além, eu escrevo com a alma de um esportista que acredita na capacidade que o esporte tem de transformar pessoas, e dessa forma, ajudar na construção de um mundo melhor.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

O tempo

por Diogo de Barros Souza

Quem nunca viu a imagem abaixo em algum programa  sobre Olimpíada ou superação?

Gabrielle Andersen - Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1984

Pois é, essa é uma das imagens mais emblemáticas para mim, no que se refere a determinação e foco naquilo que se pretende alcançar: o objetivo. Na reta final, dos 400 m que restavam, a suíça Gabrielle Andersen se concentrou apenas em concluir a prova, objetivo anterior ao objetivo do tempo que ela pretendia fazer.

Por ter 39 anos na época, ela tinha consciência de que seria muito difícil ter uma nova chance de cruzar a linha de chegada no evento esportivo mais importante do planeta. Por isso ela não desistiu, mesmo com câimbras por todo o corpo. O seu objetivo desde o início era realizar o sonho de concluir a maratona olímpica de Los Angeles, em 1984.

Nesse caso, o tempo pouco importa. Ela concluiu os 42.195 KM em 2h48m42s. Ficou em 37º lugar entre as 50 atletas que largaram, sendo que apenas 44 conseguira concluir a prova.. A vencedora da prova, a americana Joan Benoit terminou em 2h24m52s.

Gabrielle é realmente um exemplo fantástico de superação e fez prevalecer o espírito esportivo acima de tudo.

Leave a Comment

Filed under Reflexões