Tag Archives: nfl

Fisioterapia no futebol americano

por Eliseu Buccioli – Crefito 171636 F

A fisioterapia pode ser dividida em diversas especialidades, dentre elas a Esportiva. No Brasil começou a ter maior evidência depois da grave lesão que Ronaldo Fenômeno teve em seu joelho e depois de diversos prognósticos negativos quanto a sua volta teve a sua redenção, muito graças ao trabalho de seus fisioterapeutas.

Recuperar, sanar ou prevenir as lesões sãos os propósitos da fisioterapia esportiva, com o objetivo principal a devolução deste atleta o mais rápido possível à sua prática. O fisioterapeuta deve realizar uma avaliação clínica e funcional individualizada afim de identificar possíveis desequilíbrios musculares ou biomecânicos de acordo com o esporte praticado. Em relação a prevenção das lesões, o fisioterapeuta deve se atentar a prevalência em cada esporte.

O futebol americano é um esporte de contato, que basicamente podemos dividir em dois períodos de atividade: alta intensidade (corrida, trote, lançamento da bola e tackle) e baixa intensidade (caminhada e orientações táticas), com preocupação maior dos membros inferiores predominantemente. Fisiologicamente demanda do máximo da capacidade física de seus atletas, que devido suas diversas funções no campo, apresentam formas físicas variadas, desde jogadores baixos e velozes até jogadores mais altos e com sobrepeso.

De acordo com Karpakka 16% das lesões são de moderada a grave, e destas 25% foi necessário cirurgia para recuperação. Segundo Hootman os membros inferiores são acometidos por mais de 50% das lesões. Nos últimos anos as lesões do Ligamento Cruzado Anterior tem aumentado significativamente, neste mesmo estudo apresentou apenas 3 a 5 % das lesões, em 2015 apenas na pré-temporada 25 jogadores tiveram o rompimento do LCA. Este aumento das lesões pode ser explicada devido ao aumento da força, velocidade e agilidade dos jogadores.

Como o Futebol Americano é um esporte que a maior incidência de lesões estão relacionadas ao contato físico, a ação fisioterapêutica deve estar quanto a propriocepção, equilíbrio muscular e estabilização central desses atletas.

Uma avaliação bem realizada, detalhada e um profissional que entende do gesto esportivo são fundamentais para um tratamento mais específico e sendo assim melhor executado afim de proporcionar uma volta as atividades o quanto antes, afinal as cifras envolvidas no esporte de alto rendimento são muito altos, com patrocinadores e investidores, sendo assim, a pressão para volta mais rápida ao esporte é sempre uma pressão que o fisioterapeuta tem para o retorno deste atleta.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Árbitro de vídeo

por Diogo de Barros Souza

Uma verdadeira lambança aconteceu na partida semifinal do Mundial de Clubes da FIFA, entre Atlético Nacional (Colômbia) e Kashima Antlers (Japão), logo no primeiro grande teste do árbitro de vídeo em uma competição oficial de futebol. O primeiro gol da equipe japonesa surgiu em marcação de pênalti, após um alerta do árbitro de vídeo. O lance foi marcado pelo árbitro principal, 2m17s após o lance ter acontecido e com 45 segundos de bola rolando.

A utilização do árbitro de vídeo é muito boa para o futebol, mas é necessário mais preparo, pegando como referência ligas esportivas que usam a tecnologia, a NBA e a NFL são algumas delas, temos uma série de imagens e profissionais capacitados para tomar a decisão correta sem prejudicar a partida. Erros acontecem, mas no lance da partida realizada ontem, nada disso seria preciso, até porque o jogador da equipe japonesa que sofreu a falta dentro da área, estava em posição irregular quando foi lançado.

Na minha opinião, a tomada de decisão do árbitro de vídeo e do árbitro principal deve acontecer no momento do lance, nem que ele tenha que paralisar a partida, desde que seja naquele momento, e somente através de um pedido do técnico de uma das equipes. A solicitação do árbitro de vídeo seria limitada a 2 pedidos por jogo para cada equipe. Precisamos entender que o jogo de futebol não pode perder a sua dinâmica, não estamos na Fórmula 1, onde os julgamentos de infrações e as punições acontecem durante a corrida. Se as decisões começarem a acontecer do nada e minutos depois do lance, o árbitro de campo vai perder totalmente a sua credibilidade.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Calendário 2016

por Diogo de Barros Souza

Que 2016 será especial para o esporte, todos já sabem, principalmente para o Brasil que sediará a Olimpíada Rio 2016, a maior festa do esporte. Mas além dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, teremos um calendário 2016 esportivo bem interessante, com Eurocopa e Copa América Centenário, nos EUA.

zanetti

Vejamos alguns destaques confirmados até aqui:

Janeiro

02 a 25 – Copa São Paulo de Futebol Júnior
09 a 24 – Wildcard, semifinais e finais de divisão da NFL
31 – Início de alguns campeonatos estaduais de futebol

Fevereiro

06 – UFC 196 – Werdum x Velasquez
07 –
Superbowl 50
16 – Início da Libertadores
27 – UFC Fight Night – Silva x Bisping

Março

05 – UFC 197 – Rafael dos Anjos x Conor McGregor / Holly Holm x Miesha Tate
15 –
Início da Copa do Brasil
20 – Início da Fórmula 1
24 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 5ª rodada
29 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 6ª rodada

Maio

08 – Final de alguns campeonatos estaduais de futebol
14 –
Início do Campeonato Brasileiro
28 – Final da Uefa Champions League

Junho

02 – Início da NBA Finals
03 – Início da Copa América Centenário – EUA
10 – Início da Eurocopa – França
26 – Final da Copa América Centenário – EUA

Julho

10 – Final da Eurocopa – França
27 – Final da Libertadores

Agosto

05 – Abertura da Olimpíada Rio 2016
16 – Início da Copa Sulamericana
21 – Encerramento da Olimpíada Rio 2016

Setembro

02 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 7ª rodada
06 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 8ª rodada
07 –
Início dos Jogos Paralímpicos Rio 2016
18 – Encerramento dos Jogos Paralímpicos Rio 2016

Outubro

06 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 9ª rodada
11 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 10ª rodada

Novembro

10 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 11ª rodada
13 –
Fórmula 1 – GP do Brasil
15 – Eliminatórias (América do Sul) da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 – 12ª rodada
30 – Final da Copa do Brasil

Dezembro

04 – Última rodada do Campeonato Brasileiro
07 – Final da Copa Sulamericana
07 – Início do Mundial de Clubes da FIFA
17 – Final do Mundial de Clubes da FIFA

É evidente que 2016 promete emoções e muitas horas de esporte, seja na arquibancada ou no sofá de casa. A nossa geração terá a oportunidade de acompanhar uma Olimpíada no Brasil, assim como foi a Copa do Mundo. Espero que o esporte possa nos fazer esquecer um pouco o caos político, crise econômica, atentados, violência e tudo mais que nos assombra. Viva o esporte!

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Roupa nova

por Diogo de Barros Souza

A partir de agora, os gladiadores do terceiro milênio terão roupa nova para utilizar na semana da luta, em compromissos oficiais do UFC e também no octógono. A parceria entre UFC e Reebok foi divulgada esta semana, e pretende marcar uma nova era para o UFC. A Reebok passar a ser a única fornecedora de materiais esportivos dos lutadores da Organização, isso implica em um contrato de exclusividade para cada um deles. O UFC repassará um valor para cada lutador, de acordo com tempo do atleta na Organização e sucesso nas vendas de uniformes do próprio lutador.

reebok-ufc

A estreia dos uniformes acontecerá no UFC 189, dia 11 de julho, que teria José Aldo no card principal defendendo o cinturão dos pesos-penas contra o irlandês Conor McGregor. O novo contrato determina o fim dos banners no octógono e o uso de uniformes com a exposição das marcas dos patrocinadores pessoais dos lutadores. As novas determinações não foram bem aceitas pelos lutadores, porque nem sempre tem luta ou eles podem ficar um bom tempo lesionados, e com as novas regras a dificuldade de captar patrocínio se tornará ainda maior.

ufc-reebok-aldo

A questão toda trata sobre a falta de exposição dos patrocinadores pessoais dos lutadores durante o período que mais se espera, a semana da luta. Acredito que tudo é muito novo, até mesmo para o UFC que compara o seu acordo com os contratos praticados na NBA e NFL, mas acontece que por lá, os jogadores recebem salário mensal, muito diferente do UFC, onde os lutadores recebem por luta. O UFC vai precisar encontrar um ponto de equilíbrio para que todos saiam ganhando e entendam a visão do acordo com a Reebok. Agora é lutar para ver!

Leave a Comment

Filed under Reflexões