Tag Archives: flamengo

Tribunal superior

por Diogo de Barros Souza

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) será o responsável pela anulação ou não da partida entre Fluminense e Flamengo, que envolveu uma grande polêmica em torno da acusação de interferência externa no gol anulado do Fluminense. A decisão pode ‘manchar’ o Brasileirão 2016, como se os inúmeros erros de arbitragem não manchassem o futebol brasileiro toda semana.

Independente da decisão do julgamento, nada absolve a indecisão e a falta de preparo da arbitragem e da organização como um todo do Campeonato Brasileiro. A quantidade de pessoas dentro do campo é algo absurdo de se ver nos dias atuais, isso tudo facilita a interferência externa e confunde o árbitro na tomada de decisão. Quando os interesses são maiores, nesse caso, clássico carioca, o Flamengo brigando diretamente pelo título, o Fluminense brigando por uma vaga na Libertadores, jogo no Rio de Janeiro, mais parecia um jogo de Campeonato Carioca do que Campeonato Brasileiro.

stjd-fluminensexflamengo

A TV comprovou que o gol foi irregular e por ironia do destino, foi a TV também que flagrou a interferência externa, agora a interpretação dos fatos vai ficar por conta de advogados, juízes e menbros do STJD. Enquanto não trabalharmos com a tecnologia no futebol vamos presenciar cenas lamentáveis assim.

Na minha opinião a partida deveria ser anulada e a arbitragem da partida (árbitros, auxiliares, delegado, etc.) levar uma suspensão gigante, esse seria o mínimo de coerência aceitável para justificar ao fã de futebol, ao patrocinador e aos demais clubes que o nosso tribunal superior julgou o que aconteceu de fato, sem  especulação ou teoria da conspiração. Nas imagens é fácil identificar a interferência externa do delegado da partida, não precisa de mais nada, apenas dessa imagem. Outra coisa, a súmula do jogo foi entregue com a observação de que nada de anormal aconteceu, nada mesmo, a partida só ficou paralisada por 13 minutos e um gol foi anulado 2x. Além disso, a súmula foi atualizada posteriormente.

Não basta melhorar o futebol brasileiro apenas dentro de campo, precisa melhorar e muito fora dele também.

Mais um gol da Alemanha. Já perdi a conta do placar.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Sonhando

por Diogo de Barros Souza

O Leicester City continua sonhando com o título da atual temporada da Premier League (campeonato inglês), saindo do status de sensação para candidato a faturar o caneco. O futebol tem surpresas assim em sua história, quando um clube com baixo orçamento e quase rebaixado na temporada passada, consegue causar espanto nos elencos milionários e ser o protagonista, apresentando um bom futebol e conquistando a liderança da competição.

leicester-sonhando

Os Foxes, como a equipe é conhecida, quebram tabus a cada jogo e surpreendem na forma de jogar ao enfrentar as equipes grandes, como Manchester City e Liverpool. A surpresa vai além da tabela de classificação, com jogadores sendo alvo de contratações das equipes grandes de toda Europa e também nos cofres do clube. Em seu último balanço divulgado nesta semana, o clube apontou o crescimento absurdo da sua receita de 31,2 milhões de libras (R$ 170,8 milhões) na temporada 2013/2014 para 104 milhões de libras (R$ 569,3 milhões) em 2014/2015, o que significa o melhor resultado da história da equipe.

O Leicester, que há três anos estava na segunda divisão do futebol inglês, atualmente é mais rico que qualquer time brasileiro, faturando muito mais que os dois times de maior receita do Brasil em 2015: Palmeiras e Flamengo, com faturamento entre R$ 350 milhões e R$ 400 milhões. Caso vença o título inglês ou consiga uma vaga na próxima Champions League, esses números poderão ser ainda maiores.

Pode até ser que o título escape por um motivo ou outro, mas os Foxes já marcaram um pontinho azul na história da Premier League com essa campanha histórica, atualmente é o líder da competição, 3 pontos a frente do segundo lugar Tottenham Hotspur. O sucesso da equipe representa o profissionalismo na gestão técnica e administrativa do clube. Azarão, surpresa ou cavalo paraguaio, nenhuma dessas gírias futebolísticas traduz a temporada do Leicester, porque a solidez dentro e fora de campo não deixaram o planejamento ser qualquer esboço de papel.

Leave a Comment

Filed under Sem categoria