Tag Archives: claudio ranieri

O futebol respira

por Diogo de Barros Souza

Estamos vivendo uma semana transformadora para o futebol, com o cinematográfico título do campeonato inglês conquistado pelo bravo time do Leicester City, a classificação do Atlético de Madrid para mais uma decisão de Uefa Champions League contra o Real Madrid e a presença do Grêmio Osasco Audax na decisão do Campeonato Paulista. De alguma forma, são indícios de que o futebol respira, continua vivo e apaixonante para os seus fãs.

leicester-futebol-respira

Os três momentos citados são belos exemplos de que existem pessoas pensando diferente, e tentando proporcionar algo novo para quem ainda acredita que o futebol pode apresentar mais do que estamos acostumados.

Leicester City – Desacreditado. Baixo orçamento. Sempre briga para não cair.
Mas dessa vez tudo mudou, tudo foi diferente, surpreendeu o mundo do futebol ao derrubar os grandes da Inglaterra e conquistar o título antecipadamente. Seu técnico, o italiano Claudio Ranieri, nunca havia conquistado nada expressivo, mesmo comandando equipes de maior expressão.

Atlético de Madrid – Respeitado. Considerado a 3ª força da Espanha. Sempre ofuscado pelo Real Madrid.
Suas últimas temporadas, principalmente sob comando do argentino de Diego Simeone são surpreendentes, chega a segunda final de Uefa Champions League contra o seu maior rival ao eliminar uma das maiores potências do futebol atual, o alemão Bayer de Munique. Continua na briga pelo título do campeonato espanhol, disputando ponto a ponto a liderança contra Barcelona e Real Madrid.

Grêmio Osasco Audax – Ousado. Audacioso. Futebol moderno.
Quando surgiu, foi digno de piada por apresentar um estilo diferente de futebol, que agora é visto como moderno e encantador. Fernando Diniz, o técnico da equipe resistiu aos questionamentos e dúvidas sobre o seu modo de trabalhar, e conseguiu levar o Audax até a final desbancando dois grandes do futebol paulista, São Paulo e Corinthians.

As três equipes não são nada parecidas, apenas na forma de surpreender e enfrentar os ‘grandes’ de igual para igual. Enfim, vislumbro novos tempos para o nosso querido futebol, e acredito que ainda não vivemos tudo que esse esporte é capaz de proporcionar. Vamos jogar bola!

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Pode chorar

por Diogo de Barros Souza

As lágrimas do técnico italiano e comandante do Leicester City, Claudio Ranieri, atual líder da Premier League (campeonato inglês), na vitória do Leicester fora de casa por 2 x 0 sobre o Sunderland no último domingo, explicam bem o que a equipe tem aprontado nesta temporada. A sensação da Inglaterra está muito próxima do título, precisando somar mais 9 pontos dos 15 que ainda estão em disputa para não depender de nenhum outro resultado e faturar o campeonato.

CORRECTS THE DATE. Leicester City's manager Claudio Ranieri prior to the English Premier League soccer match between Sunderland and Leicester City at the Stadium of Light, Sunderland, England, Sunday, April 10, 2016. (AP Photo/Scott Heppell)

A sinceridade no choro de Ranieri é uma pequena amostra do orgulho em ver seu trabalho ser concretizado, mesmo sem nenhuma pretensão no início da temporada, quando o que mais importava era não ser rebaixado. A campanha do Leicester é um tremendo roteiro de filme, que começa com tudo dando errado (a equipe frequentou a zona de rebaixamento no início da temporada) e depois o talento e o trabalho começam a aparecer, onde o futebol dos times mais ricos sempre predominou.

Ranieri pode chorar porque está mostrando humildade ao retroceder e refletir que precisava se reinventar, ao aceitar a proposta para assumir os Foxes, teve que abrir da carreira vitoriosa em grandes times europeus, e não imaginava que tudo isso poderia acontecer um dia, mas topou e chorou ao presenciar a façanha da sua equipe, com jovens talentos sendo revelados, inclusive para o English Team, e um futebol moderno jogando pra frente e de igual para igual contra os grandes.

A Champions League já é realidade para o Leicester City, agora falta o título inglês para o sonho ficar completo. Eu acredito!

Leave a Comment

Filed under Reflexões