Tag Archives: atlético nacional

Árbitro de vídeo

por Diogo de Barros Souza

Uma verdadeira lambança aconteceu na partida semifinal do Mundial de Clubes da FIFA, entre Atlético Nacional (Colômbia) e Kashima Antlers (Japão), logo no primeiro grande teste do árbitro de vídeo em uma competição oficial de futebol. O primeiro gol da equipe japonesa surgiu em marcação de pênalti, após um alerta do árbitro de vídeo. O lance foi marcado pelo árbitro principal, 2m17s após o lance ter acontecido e com 45 segundos de bola rolando.

A utilização do árbitro de vídeo é muito boa para o futebol, mas é necessário mais preparo, pegando como referência ligas esportivas que usam a tecnologia, a NBA e a NFL são algumas delas, temos uma série de imagens e profissionais capacitados para tomar a decisão correta sem prejudicar a partida. Erros acontecem, mas no lance da partida realizada ontem, nada disso seria preciso, até porque o jogador da equipe japonesa que sofreu a falta dentro da área, estava em posição irregular quando foi lançado.

Na minha opinião, a tomada de decisão do árbitro de vídeo e do árbitro principal deve acontecer no momento do lance, nem que ele tenha que paralisar a partida, desde que seja naquele momento, e somente através de um pedido do técnico de uma das equipes. A solicitação do árbitro de vídeo seria limitada a 2 pedidos por jogo para cada equipe. Precisamos entender que o jogo de futebol não pode perder a sua dinâmica, não estamos na Fórmula 1, onde os julgamentos de infrações e as punições acontecem durante a corrida. Se as decisões começarem a acontecer do nada e minutos depois do lance, o árbitro de campo vai perder totalmente a sua credibilidade.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Somos todos Chape

por Diogo de Barros Souza

Em meio ao trágico acidente aéreo da Chapecoense, presenciamos solidariedade e compaixão por todo o mundo. A hashtag #ForçaChape foi a porta-voz das homenagens e mensagens de conforto às vítimas e familiares dos que estavam no avião.

As manifestações de apoio em prol da Chapecoense foram únicas, desde a intenção do Atlético Nacional da Colômbia em declarar a Chapecoense como campeã da Copa Sul-Americana, os minutos de silêncio antes das partidas de diversas modalidades esportivas ao redor do mundo, até o movimento dos clubes brasileiros para ceder jogadores por empréstimo gratuitamente e não rebaixar a equipe catarinense do Brasileirão pelos próximos 3 anos, tudo isso para  a equipe continuar em frente e minimizar a dor da perda, tanto dentro como fora de campo.

Não é só futebol… Era pra ser apenas uma decisão da Copa Sul-Americana entre equipes que nunca haviam se enfrentado antes, mas após a homenagem dos colombianos, realizada ontem no estádio Atanázio Girardot, no mesmo local e horário onde seria realizada a partida, agora são como uma única equipe. O Atlético Nacional se solidarizou com a Chapecoense e quer usar o seu uniforme na sua próxima partida, assim como o Palmeiras, última equipe a enfrentá-la.

Pensei em não escrever sobre a tragédia, porque ainda me sinto paralisado com tudo isso, mas através dessas palavras presto a minha solidariedade aos sobreviventes e familiares de toda tripulação do avião da LaMia. E de uma coisa tenho certeza, a Chape é do mundo. A Chape vai renascer em cada torcedor, jogador e clube de qualquer lugar do planeta. Agora, somos todos Chape!

chape-crianca

Leave a Comment

Filed under Reflexões