Author Archives: Convidado

Bristol City, o time dos Gifs

por Victor Henrique Ferreira

Um clube da cidade do Sudoeste da Inglaterra tem feito sucesso, não só pelos gols mas na maneira de comemorá-los, através de gifs animados em suas redes sociais.

Os clubes de futebol têm usado cada vez mais suas redes sociais para entreter e comunicar os seus fãs. O Bristol, apesar de disputar a segunda divisão inglesa não ficou pra trás. No início desta temporada, o clube convocou seus jogadores para gravar comemorações para serem utilizadas nas redes sociais assim que marcassem os gols.

Eles começaram de forma tímida, fazendo cumprimentos e outras comemorações simples, mas à medida que a temporada avançou e os gifs começaram a ser notados nas redes sociais eles se tornaram muito mais elaborados, como comemorações com extintores de incêndio, levando ovada ou com efeitos mais elaborados.

Segundo o clube, Os jogadores tem um lado competitivo aflorado também nas disputas dos gifs mais criativos, eles querem produzir mais e gostam de saber quais sãos os que estão fazendo mais sucesso nas redes sociais.

Apesar de na Inglaterra o time e as páginas do clube serem conhecidas no país, depois do jogo contra o Manchester City na semifinal da Carabao Cup, o clube teve maior evidência devido a uma disputa de gif entre os clubes.

Aos 44 minutos do primeiro tempo, Bobby Reid marcou e o gif com um extintor de incêndio. Quem interagiu com o tweet do Bristol foi o jogador do time adversário, Benjamin Mendy, retwitando e dando maior exibição a rede social do clube.

Ao empatar o jogo, com Kevin De Bruyne, o City respondeu na mesma moeda, usando um gif com emoticon na frente do rosto de um torcedor uniformizado com a camisa do City e marcando o clube de Bristol. Vale lembrar que o Manchester City tem 5.6 milhões de seguidores no Twitter em comparação com os 153.000 da Bristol City, que foram imediatamente atingidos.

O sucesso do clube deu tanto resultado que algumas comemorações contam com patrocínios pontuais, como ocorreu no jogo contra o Manchester City. O logo das marcas aparecem do lado dos jogadores.

Vamos pensar além na forma de monetizar com essas comemorações. Imagina um jogador comemorando fazendo a barba com uma Gillete, ou tomando uma Heinekken, comendo um balde de frango da KFC, são inúmeras possibilidades, integrando a marca a história do gif, além de serem mais efetivas que um uso do logo da marca. Fica a dica!

Na próxima terça feira teremos o jogo de volta entre o City e o Bristol, dessa vez na casa dos The Robins. Será que teremos novidades nesse duelo extra campo?

Leave a Comment

Filed under Reflexões

A apresentação de Yerry Mina e sua chuteira Adidas

O ex jogador do Palmeiras foi apresentado no último sábado, pelo Barcelona. Com um contrato de 5 anos e a um custo de R$ 45,5 milhões. É o primeiro jogador colombiano a vestir a camisa do clube, talvez isso ajude a justificar o número de pessoas no Camp Nou, foram mais de 8 mil pessoas, mais do que foi registrado com Coutinho no último dia 8, que contou com a presença de 7 mil pessoas.

Além da maciça presença de torcedores pra ver a apresentação do zagueiro, o que chamou a atenção foi que o atleta, já uniformizado, antes de entrar no gramado retirou suas chuteiras, uma cena curiosa mas não inédita, já foi vista também na sua apresentação no Palmeiras.

– Aqui é a minha casa agora. E tem um versículo da Bíblia que diz que, com a planta dos pés, tocará o terreno que quer conquistar. Quero fazer história aqui com todos os meus companheiros, diretoria, presidente. Por isso fiz isso, espero triunfar aqui – explicou Mina na coletiva de imprensa.

O detalhe é que ao retirar o calçado para entrar no campo, as câmeras focaram em suas chuteiras, da Adidas, inclusive no Twitter do clube fica claro esse foco na chuteira, uma exposição gratuita da marca concorrente do clube, a Nike, por mais que o clube não soubesse que isso aconteceria e pudesse ter sido arquitetado por Mina e a Adidas, acabou pegando mal.

Foi um deslize do Barcelona? Uma resposta ao episódio das camisas do Coutinho no site da Nike?

A Adidas agradece a exposição!

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Aston Villa disponibiliza compras em seu cartão de ingressos

por Victor Henrique Ferreira

O Aston Villa FC deu mais um passo importante em seu plano de fidelidade. Integrou em seu cartão de sócios e de temporada a tecnologia de pagamento pré-pago e também os sem contato (que utiliza RFID ou NFC) com valor até £30. O cartão também contará com sistema de recompensa de pontos ‘Pride Rewards’, que recompensa com um ponto a cada libra gasta.

Os fãs poderão usar o cartão para entrar no estádio e em todos os terminais de pagamento do estádio Villa Park, nas bilheterias e a loja oficial do Aston Villa. Além disso, o cartão permitirá que os fãs façam compras, tanto na loja online quanto na rua principal do estádio, com uma série de lojas afiliadas. As recompensas até agora incluem vestuário, estadias em hotéis, produtos licenciados e experiências, como tirar selfies com os jogadores.

Um dos objetivos do clube com o cartão é acelerar o tempo nas filas das lojas do estádio, principalmente durante o intervalo dos jogos, melhorando a experiência do torcedor dentro do estádio e ao mesmo tempo a receita do clube, já que muitos deixam de gastar nas lojas pois acabam perdendo preciosos minutos dos jogos.

Villa Park

Assim que as parcerias forem estabelecidas, com o programa de recompensa, trará um ganho real para os torcedores que utilizam o cartão, assim como as empresas parceiras do programa e o clube que conhecerá os hábitos de seus torcedores. Por exemplo, saber o que os torcedores comem e bebem, quando, quanto e onde fazem essas refeições. Esses dados irão ajudar o clube na estruturação do estádio e seus parceiros, assim como ajudar em todas decisões de mercado do Aston Villa.

Matt Swindells, chefe de dados e insight do Aston Villa disse “Se sabemos que os fãs adquirem uma certa marca de cerveja fora do Villa Park, por que não garantir que eles possam beber o mesmo dentro do estádio? Ser capaz de servir as recompensas relevantes aos fãs é importante e mostra que nos preocupamos tanto com os fãs como com o clube “.

A tecnologia é de responsabilidade da FortressGB e a emissão do cartão pela Wirecard Solutions Ltd.

O líder Manchester City também tem feito esforços para entender os seus torcedores, com o Citizens (leia mais aqui).

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Manchester City – Fan Experience

por Victor Henrique Ferreira

O Manchester City tem usado uma nova plataforma, a Citizens, que utiliza inteligência de dados para personalizar a experiência de seus torcedores e aumentar o engajamento.

Uma das principais ferramentas é o Community Map, que permite os torcedores conversarem com outros e saber a sua localização.

Com a ajuda dos usuários, o City consegue ativar ações direcionadas e desenhar novas experiências e recompensas aos usuários da plataforma, não só nos jogos em casa mas em todo o mundo, incluindo pacotes de viagens para os torcedores de outras cidades e países até a cidade de Manchester e experiências com os jogadores do time.

A personalização é um dos objetivos dessa ação, o City coleta dados sobre a localização dos torcedores e interações demográficas e sociais entre torcedores e o clube, garantindo ativações únicas, como envio de vídeos personalizados do técnico Guardiola e dos principais jogadores, assim que é feito o cadastro do torcedor na plataforma. Os torcedores também tem recompensas com milhas de viagens assim que renovam seus planos de compra de ingressos da temporada, comparecendo aos jogos ou tirando fotos com a camisa do clube pelo mundo.

Segundo Ferran Soriano, diretor executivo da City Football Group, o clube está revolucionando a forma de interação clube e torcedor.
“O uso inteligente de dados nos permite entender e reagir ao comportante dos Citizens. Nós vamos conectar mais do que nunca com os torcedores e engajá-los de uma maneira autêntica e significativa”.

Também estarão disponíveis add-ons para os torcedores que desejam interagir nos dias dos jogos, com previsão do placar, formação do time em campo e votar no jogador da partida.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Teste de fidelidade

por Victor Henrique Ferreira

A agência belga Duval Guillaume acaba de criar uma campanha para a Bundesliga, trata-se de um “teste de fidelidade”. Quanto vale a sua fidelidade pelo seu time? Foram testados torcedores fanáticos do Borussia Dortmund, Bayern Munich e do Borussia Mönchengladbach.

No filme os torcedores são a princípio convidados a participar de uma entrevista para a televisão, mas separadamente são testados por falsos agentes de futebol que os convidam para uma proposta.

A proposta
Mudar o time que torce pelo seu maior rival, com propostas principalmente de carros e alto valor em dinheiro.

Segundo a Duval Guillaume o filme coloca todos os fãs em um pedestal e realmente prova que os fãs não têm preço. “É uma pausa de inverno na Bundesliga, o que significa que a janela de transferência está aberta. Para onde irão os jogadores? E por quanto dinheiro? Pense na transferência de Neymar nesta temporada. Todos falam das estrelas que mudam de cor por dinheiro, mas o que faria um torcedor”?

Resultado do teste
No entanto, todos os três fãs negaram a proposta. Futebol é sobre caráter e paixão e não dinheiro. Além disso, mudar sua lealdade significaria mudar sua identidade, esquecer o passado.

Quando os torcedores saíram da sala foram saudados e festejados por outros torcedores do mesmo time, mostrando que os verdadeiros torcedores não estão à venda.

O que você faria?

 

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Uniformes exclusivos EA Sports x Adidas

por Victor Henrique Ferreira

A EA SPORTS em parceria com a Adidas disponibilizou uniformes exclusivos no FIFA 18 Ultimate Team. As camisas foram desenhadas pela fornecedora de material esportivo dos clubes, quatro dos maiores do mundo: Real Madrid(ESP), Manchester United(ING), Bayern(ALE) e a Juventus(ITA).

Ao que parece os uniformes foram elaborados unicamente para o game, não tendo a versão física, mas a marca alemã ainda não confirmou.

Partindo da ideia de quem joga Fifa é um potencial consumidor do material da Adidas, a ideia de lançar um uniforme a princípio somente virtual dá a oportunidade de testar um produto sem o custo logístico e de produção que é envolvido na venda do material, sendo um excelente canal de feedback.

Podemos ir mais além e pensar em estratégias de venda de produtos exclusivos linkados com os jogos. Um exemplo seria a venda desse mesmo quarto uniforme através de moedas virtuais que o jogador consegue durante o jogo ou pela compra com descontos exclusivos para os jogadores de Fifa através das plataformas como a PSN, por exemplo, estimulando a gamificação.

As marcas também conseguiriam alimentar ainda mais a inteligência de dados e traçar estratégias específicas conforme o público alvo, localização, assiduidade etc.

 

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Será que a moda pega no Brasil?

por Victor Henrique Ferreira

O Lyon, clube tradicional na França e que ficou mais famoso no Brasil após longa e vitoriosa passagem de Juninho Pernambucano acabou ficando sem título nos últimos anos devido ao grande investimento de seus rivais Mônaco e principalmente PSG, mas o que chama a atenção é a forma em que o clube mantém um tipo de patrocínio.

Em competições nacionais, como o campeonato Francês Ligue 1 e a Copa da França a marca estampada em seu uniforme é a Hyundai, já nos torneios internacionais como a Liga Europa e Liga dos Campeões a marca exposta é a da empresa Veolia.

02/11/2016 – Lyon 1 x 1 Juventus Champions League 2016

E pelo visto essa estratégia inovadora fez bastante sucesso no clube, na temporada 2016/17 o clube francês faturou cerca de 29 milhões de euros com patrocínios, quase 10% a mais em relação a temporada 2015/16.  Se depender da Hyundai essa parceria que começou há 6 anos se manterá por pelo menos mais três anos, pois o clube e a marca renovaram o acordo até 2020.

A renovação entre o Lyon e a Hyundai acontece poucos meses depois do “deslize” que ocorreu em maio desse ano. Na apresentação do uniforme 1 o logo da Hyundai estava na cor vermelha, que se encaixou na faixa do uniforme, no entanto o logotipo da empresa é azul, o que poderia causar confusão com o vermelho da Kia.  Após o deslize o erro foi reparado pelo clube.

O deslize com o logo da Hyundai

Longos contratos entre patrocinadores e clubes, a incerteza na participação de competições internacionais, o mercado sul-americano (infraestrutura, língua e regionalização das marcas, moedas) e outros fatores devem ser levados em conta.

Mas será que funcionaria aqui no Brasil?

Leave a Comment

Filed under Reflexões