Até nos games

por Diogo de Barros Souza

A incrível performance de Stephen Curry na temporada 2015-2016 não parece coisa de videogame, pelo menos para os criadores do jogo NBA 2K. Muitas vezes brincamos que alguns lances da vida real parecem de videogame, mas com Curry é ao contrário, seus dribles e arremessos de três pontos em sequência, agora são referência na dificuldade de representar realismo ao jogo NBA 2K.

curry-game

Até nos games todos quebram a cabeça para entender os feitos de Curry. Em entrevista à revista Forbes, o diretor da franquia do game, Mike Wang, confessou que a equipe de produção não consegue chegar perto de criar uma versão fiel do armador dos Warriors para o jogo. Tudo aquilo que Curry desempenha durante os jogos de basquete nos chutes de três pontos com marcação cerrada, chutes do meio da quadra, chutes de três sem equilíbrio, chutes de três em movimento, não é possível ser representado no jogo, porque não são ações comuns mesmo para jogadores do nível da NBA. Os desenvolvedores do jogo prometem ‘arrumar’ isso para a próxima edição do game.

Para acrescentar um pouco mais ao currículo do jogador da ‘vida real’, Curry é o atual recordista da NBA convertendo pelo menos uma bola de três por jogo, já são mais pelo 127 nesta temporada (até aqui), igualou a marca de Kobe Bryant em bolas de 3 pontos num só jogo: 12 (até aqui), tem mais de 288 bolas de três convertidas na atual temporada (até aqui). Com certeza é um estilo de jogo diferente do que estamos acostumados, mas já estamos nos acostumando a gostar desse estilo de jogo. Sabe quando o Messi carrega a bola driblando todos até o gol e ainda faz o gol, pois é, o Curry é tipo isso.

Leave a Comment

Filed under Reflexões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *